Franquia como opção de negócio

Carlos Ruben PintoPor Carlos Ruben Pinto   |Comprar Franquia
Diretor Executivo na MDS Franchising

Publicado em 8 de março de 2013  |  Atualizado em 12 de janeiro de 2018

franquia como opção de negócio

Franquia como opção de negócio: o futuro empreendedor ao decidir montar um negócio próprio tem dois caminhos a seguir; Iniciar do zero, abrindo sua empresa sozinho, no ramo que escolher, ou optar por uma franquia, dentre as muitas existentes no mercado. Ao optar por uma franquia ele estará eliminando várias etapas, uma vez que obtém a licença para operar uma marca de sucesso e lucratividade já testada e comprovada. Para isso é imprescindível escolher bem a franquia que se quer comprar, estudar com rigor os termos da Circular de Oferta da Franquia, documento exigido pela legislação vigente, e o Contrato de Franquia. Esses documentos devem conter todas as informações da empresa franqueadora, os padrões e controles que devem ser seguidos por toda a rede e os direitos e obrigações de ambas as partes.

É importante conhecer as vantagens e desvantagens de atuar  no segmento de negocio escolhido, via franchising. De forma genérica, podemos citar como principais vantagens:

  • Dirigir e ser dono do próprio negócio, começando com a experiência garantida do franqueador;
  • Trabalhar com produto ou serviço  já testado, com qualidade, nome e aceitação comprovados;
  • Iniciar com uma marca forte, patenteada e protegida, e, na grande maioria dos casos, já conhecida do grande público consumidor;
  • Receber treinamento e assistência contínua, reduzindo muito o risco de insucesso. Esse é, sem dúvida, o maior benefício do sistema. O franqueador transfere ao franqueado sua experiência de anos em operação do negócio, eliminando riscos e custos de um aprendizado próprio, por tentativas e erros. Através da assistência contínua o franqueado tem à sua disposição pessoas para auxiliá-lo e orientá-lo nas soluções dos problemas inerentes ao mundo dos negócios;
  • Marketing e propaganda compartilhados. Com uma pequena taxa de contribuição mensal, para formação do fundo de propaganda, o franqueado se beneficia das ações de publicidade da rede. Custos promocionais e de divulgação que não teria condições de bancar sozinho;
  • Ganho nas compras. O franqueado desfruta de maior desconto junto aos fornecedores, através de uma sistemática de compras traçada para toda a rede.

Para desfrutar dessas e de outras vantagens do negócio, via franchising, o empreendedor terá que pagar taxas, que têm por objetivo remunerar o franqueador pela concessão de uso da marca e cobrir todas as despesas com a transferência do “know-how” e experiência. São elas a taxa de franquia ou adesão e as taxas mensais de royalties e publicidade.

Mas, a maior desvantagem do sistema para o franqueado é abrir mão da independência empresarial para seguir padrões e controles pré determinados pelo franqueador. Se a pessoa não se imagina em condições de seguir as normas e procedimentos impostos pelo franqueador e os rígidos controles na qualidade dos produtos e serviços prestados, certamente não tem o perfil adequado para fazer sucesso neste segmento de negócios.

conteúdo em primeira mão

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos e com prioridade