Como se preparar para o processo seletivo em franquia?

Redator MDS FranchisingPor Redator MDS Franchising   |Comprar Franquia
Equipe Editorial MaisFranquia.com

Publicado em 23 de dezembro de 2015  |  Atualizado em 10 de maio de 2016

processo-seletivo-em-franquia

Para se tornar um franqueado, não basta estar interessado em um negócio ou pesquisar as melhores franquias. É preciso participar de um processo seletivo em franquia e ser aprovado também pelo franqueador, pois, mesmo se identificando com o negócio e tendo os recursos necessários, nada vale se não estiver dentro do perfil de franqueado esperado pela rede.

Isto ocorre, porque cada negócio possui características e metas próprias que não se encaixam com as características de todos. Para ajudar neste filtro e garantir que as pessoas certas participem do progresso da rede, é que foi criado o processo seletivo para admissão de novos franqueados.

Preferência x Perfil

Um dos erros mais comuns cometidos por empreendedores em busca de uma franquia, é considerar que apenas seus gostos pessoais serão suficientes para o sucesso como franqueado. Esta preferência, embora seja importante para manter a motivação e o interesse pelo negócio, não é tudo.

Além de se identificar com a ideia e o propósito da franquia, é preciso se aprofundar nos detalhes operacionais e de gestão. Não basta paixão. É preciso ter uma conexão racional com o negócio, o que só é identificado analisando-se o perfil profissional do empreendedor.

Como entender melhor o seu perfil como franqueado

Após uma vasta pesquisa para localizar os negócios que mais lhe interessam, é importante conversar abertamente com o franqueador, antes mesmo de iniciar sua participação no processo seletivo.

As franquias selecionadas devem ser literalmente estudadas. É preciso que o candidato a franqueado obtenha informações complementares importantes, entreviste outros franqueados, visite unidades, participe como cliente e analise o modelo administrativo da rede, antes de firmar qualquer compromisso.

Critérios para participar do processo seletivo em franquia

Independentemente da marca que venha a escolher, há basicamente três fatores que se destacam no processo seletivo aos olhos dos franqueadores, que são utilizados para analisar os perfis dos futuros parceiros. São eles:

– Capacidade de gerenciamento – considerando suas habilidades e a capacidade de seguir conceitos e padrões determinados pela franquia.

– Capacidade financeira de investimento – pois como a aquisição de uma franquia envolve investimentos financeiros, seu capital inicial e a renda devem ser compatíveis às necessidades da franquia.

– Grau de motivação – pois, além dos recursos e interesses, o candidato precisará se tornar parte integrante da sua rede.

Fases do processo seletivo em franquia

Após eleger sua franquia favorita, chega a hora de passar pelo crivo do franqueador, para ter certeza se este negócio é o certo para você. Este contato se divide basicamente nas seguintes fases:

1. Candidatura

Você se apresenta como futuro franqueado e inicia a participação no processo seletivo, que pode durar, em média, de 2 a 3 meses.

2. Primeiro contato

Após captar as informações básicas que precisa para analisar sua franquia, você entra em contato ou recebe um retorno da franquia, geralmente através do telefone, e-mail, ou até mesmo uma visita presencial.

3. Reunião Inicial

Neste encontro, são passados ao candidato informações mais detalhadas sobre o modelo da franquia, os valores, taxas envolvidas no negócio, critérios para se tornar franqueado e demais informações relevantes sobre a rede. Este encontro costuma durar cerca de 2h.

4. Reunião / Entrevista

Neste momento, é hora de ser diretamente avaliado. O franqueador realizará um tipo de entrevista que tem como objetivo testar seu perfil psicológico, para identificar características profissionais suas que se encaixem nas necessidades da rede.

5. Preenchimento de questionário

Nesta mesma reunião, ou após finalizá-la, pode ser que você tenha que preencher uma ficha com dados mais profundos do seu perfil, que também trará informações relevantes para discernir qual dos modelos de franquia da rede se adaptam melhor à sua realidade.

6. Test drive

Muitas franquias costumam convidar o candidato para participar do dia a dia da franquia, trabalhando alguns dias em outra unidade já aberta. Esta experiência permite o contato com outros gestores e franqueados e permite que você avalie se realmente se identifica, na prática, com o andamento do negócio.

7. Entrega da COF

Você recebe a Circular de Oferta da Franquia e deve analisá-la em, no mínimo, 10 dias, para avaliar as condições do contrato oficial com segurança.

8. Reunião para assinatura do contrato

Neste dia, os candidatos aprovados irão firmar o compromisso de compra da franquia e acertar o pagamento das taxas iniciais.

Em geral, cada sistema de franquia tem um procedimento específico de seleção e podem existir até mesmo mais etapas do que as citadas aqui, mas este pequeno guia funciona como uma regra básica e necessária para que todos os envolvidos participem do processo.

Seja qual for o modelo de franquia escolhido por você, aproveite todas as etapas para esclarecer o máximo de dúvidas possível e só vá até o final se realmente se identificar com todas as etapas e necessidades do negócio.

conteúdo em primeira mão

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos e com prioridade