Entenda a importância da taxa de franquia

Redator MDS FranchisingPor Redator MDS Franchising   |Comprar Franquia
Equipe Editorial MaisFranquia.com

Publicado em 6 de janeiro de 2015  |  Atualizado em 26 de março de 2018

taxa-de-franquiaTaxa de franquia: entenda o que é e para que serve.

Quem está à procura de uma oportunidade para empreender e já optou pela abertura de uma franquia deve começar a se preparar de todas as formas, especialmente financeiramente, para não ter surpresas desagradáveis.

Dentre os gastos iniciais está a taxa de franquia, um valor obrigatório em qualquer tipo de negócio que não possui preço fixo e é de grande importância para o relacionamento entre franqueados e franqueadores. Como o processo de franqueamento envolve a autorização para utilização de uma marca, este pagamento é similar a uma taxa de licenciamento ou adesão, que autoriza as operações e cobre custos do franqueador e benefícios a serem adquiridos pelo franqueado.

O recebimento da taxa geralmente é destinado para cobrir despesas como:

  • Investimento gasto no desenvolvimento do projeto de franqueamento;
  • Planejamento arquitetônico da nova unidade;
  • Serviço de assessoria para escolha e adequação do ponto de vendas;
  • Fornecimento de treinamento e capacitação inicial do novo franqueado e sua equipe.

A taxa de franquia é legal?

A necessidade deste valor está prevista na COF (Circular de Oferta de Franquia) e não se trata de uma cobrança ilegal, nem abusiva. Todo franqueado está sujeito a ela e possui a obrigação de colaborar.

Algo que precisa ser seriamente considerado pelo empreendedor de primeira viagem, é o fato de que, em geral, este valor é pago baseando-se no know-how da rede de franquias, sendo equivalente a um investimento como o de uma faculdade de negócios.

A taxa de franquia equivale ao custo definido pelo franqueador, correspondente a entrega de informações e dados estratégicos. A reunião de todo este conhecimento, embora algumas vezes pareça cara, é um valor muito mais em conta do que os custos envolvidos na abertura de um novo negócio, sem referências anteriores.

Em muitos casos, pessoas que optam pela abertura independente do seu primeiro negócio, quando não contam com conhecimento prévio de mercado, assessoria adequada e nem experiência administrativa, podem gastar diversas vezes mais tempo e recursos tentando descobrir como fazer com que tudo dê certo.

Taxa de franquia: custo e benefícios

O custo aproximado da taxa possui uma média entre 10% e 20% do valor do negócio e também inclui diversos benefícios para os novos empreendedores, como:

  • Economia com gasto de tempo buscando informações primárias ou principais sobre o negócio;
  • Aumento da produtividade, permitindo focar suas ações em estratégias e definições de metas;
  • Redução da margem de erro nos primeiros meses de operação.

Um alerta importante, para quem está seguindo o caminho para abertura da sua própria franquia, é não direcionar sua escolha dando preferência para franquias baseando-se apenas no custo. Uma taxa de franquia mais baixa não significa, necessariamente, que esta é a melhor opção. Mesmo em negócios do mesmo segmento, podem ser vistas taxas diferentes e isto não define a real qualidade de um negócio.

Para ter certeza se deve ou não investir em determinada franquia, tenha como principais critérios dados como sua experiência, posicionamento no mercado, desempenho histórico e avaliações de clientes e atuais franqueados.

Quanto aos investimentos financeiros, não deixe de se programar bem para a abertura da sua franquia. Tenha em mente o fato de que precisará investir bastante, especialmente nos primeiros meses, para conquistar sua estabilidade. Nunca utilize todas as suas reservas durante a abertura. Empreenda com segurança e boa sorte!

conteúdo em primeira mão

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos e com prioridade