Consolidação das redes de franquias: Brasil X EUA – Por que, se comparado a eles, nosso país ainda engatinha?

Rafael MarinhoPor Rafael Marinho   |Vender Franquia
Diretor de Marketing na MDS Franchising

Publicado em 3 de outubro de 2013  |  Atualizado em 5 de abril de 2018

consolidacao-das-redes-de-franquiasSegundo um estudo elaborado pelo Grupo Bittencourt e divulgado pelo UOL, nos Estados Unidos, cada franqueador possui em média 280 unidades franqueadas. Já no Brasil a média é de 40 unidades franqueadas por marca, ou seja, redes de franquias americanas têm, em média, sete vezes mais unidades franqueadas do que as redes brasileiras.

Ainda segundo a pesquisa, do total de redes de franquias americanas (3.000), cerca de 25% (750) têm entre 51 e 500 unidades franqueadas; 6% (180), de 501 a mil e 2%, ou seja, 60 marcas, têm mais de mil unidades franqueadas. No Brasil, atuam 2.426 marcas. Desse total, 8% (187), têm entre 51 e 500 lojas e 0,5% (13 franquias), de 501 a mil unidades. Apenas 0,4% (10) têm mais de mil unidades franqueadas. A diferença fica ainda mais nítida quando consideramos a média de unidades franqueadas das redes de franquia de médio porte americanas, que atualmente é de 3 mil (Fonte: Rizzo Franchise).

Só a título de comparação, no Brasil, O Boticário que é hoje a nossa maior rede de franquias, conta atualmente com 3.762 unidades franqueadas, número este quase 50% maior do que o da segunda colocada, segundo último levantamento realizado pela ABF.

Diante destes números, podemos afirmar que nosso país conta com muitas muitas novas marcas chegando ao mercado, mas pouca consolidação das redes de franquias atuais. Mas então o que fazer para que as nossas empresas franqueadoras se consolidem de fato e tenham, em média, mais unidades franqueadas?

Sabemos que esta não é uma pergunta simples de se responder, pois há muitas questões envolvidas, dentre elas o pioneirismo americano, já que os EUA possuem, desde 1978, uma lei federal que regulamenta o setor. Mas com um pouco de criatividade e transpiração, podemos virar esse jogo. Veja a seguir 5 dicas que podem auxiliar sua empresa nesta tão desejada consolidação:

1. Cultura organizacional

Para entendermos a importância deste conceito é fundamental entendermos primeiramente o seu significado. Cultura Organizacional é o conjunto de características-chave que a organização valoriza, compartilha e utiliza para atingir seus objetivos e adquirir a consolidação.

Possui um sistema de valores compartilhados por todos os membros, em todos os níveis. Em redes de franquias que desejam expandir e se consolidar, ter uma Cultura Organizacional forte permite que todos os colaboradores trabalhem em sintonia, tendo cada um a consciência da importância de seu papel dentro da organização e visando sempre objetivos bem definidos.

2. Planejamento da expansão

Há uma velha máxima que diz que se você não sabe para onde vai qualquer caminho serve, em franquias é a mesma coisa, se a empresa franqueadora, não se planeja para ver as regiões que têm maior potencial de aceitação de seus produtos e/ou serviços e dentre elas, quais têm condições logísticas de fornecimento dos mesmos ela está fadada ao insucesso no Franchising.

Planejar corretamente a sua expansão, através de números concretos, obtidos através de estudos de mercado, estudos populacionais ou até mesmo dados estatísticos de acesso ao site da empresa e, ter atrelado à eles metas bem definidas, são o segredo de sucesso da maioria das expansões bem sucedidas.

3. Atenção as críticas, dúvidas e anseios dos atuais franqueados

Todos nós sabemos que os maiores “vendedores” de franquia que uma rede pode ter são seus atuais franqueados. Se a rede da qual o franqueado faz parte presta a devida assessoria e cumpre com tudo aquilo que havia prometido antes da assinatura do contrato de franquia, este franqueado, satisfeito, será sim um grande vendedor da sua marca ao ser questionado por candidatos a franqueado.

Portanto, para que uma rede se consolide é de fundamental importância que dê a devida atenção a todos os franqueados, procurando atender seus anseios desde que pertinentes ou combinados previamente. Uma boa alternativa para redes de médio e grande porte é a criação do SAF (Serviço de Atendimento ao Franqueado) via redes sociais, assunto debatido neste post.

4. Controle de qualidade e padronização

Clientes de redes de franquias, que costumam consumir produtos e serviços em mais de uma unidade franqueada esperam sempre, encontrar a mesma qualidade e padronização em todas as lojas. Ou seja, o cliente não quer ir em uma determinada unidade, que comercialize, por exemplo, sanduíches e comer um sanduíche bem elaborado e quentinho com todos os ingredientes colocados na quantidade correta e no dia seguinte ir a outra loja, da mesma rede, e comer o mesmo sanduíche, porém frio e faltando itens como uma fatia de queijo, por exemplo.

Infelizmente este tipo de situação não é raro acontecer e é com certeza um dos grandes diferenciais das grandes redes americanas, que devido ao rígido treinamento ao qual franqueados e colaboradores são submetidos, situações deste tipo raramente acontecem.

Portanto, é de extrema importância que as nossas redes de franquias tenham essa consciência e fiquem bem atentas a esta questão, pois este é um dos principais fatores que irão determinar se a rede terá ou não uma vida longa no Franchising.

5. Presença digital

Antes de falarmos deste assunto é preciso primeiramente entender o seu conceito, Presença Digital nada mais é do que a maneira como a empresa está presente na internet, ou seja, quais canais a empresa utiliza para se comunicar com o seu público e como os utiliza. O nosso país possui hoje 116 milhões de internautas, impossível desprezar esse número, não é mesmo?

Portanto, ao pensar em uma estratégia de consolidação, as empresas devem ficar muito atentas a isto, afinal diante deste número expressivo, é bem provável que muitas destas pessoas irão buscar as primeiras informações de como se tornarem um franqueado de sua marca através da internet.

conteúdo em primeira mão

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos e com prioridade