3 tendências que irão impactar o mercado de franquias nos próximos anos

Redator MDS FranchisingPor Redator MDS Franchising   |Vender Franquia
Equipe Editorial MaisFranquia.com

Publicado em 27 de novembro de 2014  |  Atualizado em 15 de março de 2018

mercado-de-franquiasMercado de franquias: confira, abaixo, algumas das principais tendências que estão sendo previstas para o segmento nos próximos anos. O levantamento foi realizado pela consultoria e auditoria Deloitte e divulgado na 14ª Convenção da Associação Brasileira de Franchising (ABF), na praia de Comandatuba, Bahia.

1. Consumidor mais exigente

O estudo concluiu que o consumidor está mais bem informado e que não abre mão de qualidade e praticidade na hora das compras. Portanto, há que se dar especial atenção à formatação de loja, de forma que ele tenha uma boa experiência de consumo – até porque ele será cada vez mais incentivado a adquirir produtos e serviços sem sair de casa (vide a segunda tendência).

O levantamento faz referência também à qualidade dos produtos. Consumidor bem informado significa consumidor antenado com a saúde (própria e do meio ambiente). Então, alimentos e produtos naturais, orgânicos e ecológicos estarão cada vez mais em alta. O conceito de “premium” também crescerá cada vez mais. Considere oferecer “algo a mais” na hora de comercializar seu produto, serviço (ou experiência).

2. Franquia mais conectada

Parece óbvio, mas o estudo da Deloitte defende que há que ser necessário estar mais conectado do que nunca. Por exemplo, se você é dono de uma franquia de tele entrega, trate de cadastrá-la em sites e aplicativos que funcionam como catálogos deste tipo de serviço. Se trata-se de um e-commerce ou um negócio físico que vende produtos online, tente incluí-los em sites de comparativos de preços – e oferecer preços competitivos, claro.

Não esqueça ainda de fortificar a sua presença nas principais redes sociais. É sempre necessário lembrar que há empresas que já vendem seus produtos no Instagram e no Pinterest, que têm uma proposta mais visual e atraem segmentos como o de moda, por exemplo. Enfim, esteja em todos os lugares possíveis, o que pode requerer investimentos adicionais em tecnologia.

3. Mais parcerias

Você é dono de uma franquia de alimentação saudável? Que tal montar uma versão quiosque para ser instalada dentro da franquia de uma academia ou loja de artigos esportivos. Tudo a ver, não? É o que também defende o levantamento da Deloitte: a formação de alianças estratégicas entre franquias de segmentos compatíveis irá crescer, como forma de ampliar o público consumidor.

Considere também a realização de promoções conjuntas e programas de descontos. Por exemplo, a inscrição de um cliente na franquia da academia pode dar descontos na de alimentação saudável ou da loja de artigos esportivos. Resultado: fidelização de clientes.

Mais tendências

O estudo divulgado na convenção da ABF apontou ainda outras tendências. Uma delas é que o consumidor buscará economizar tempo terceirizando (ainda mais) serviços de limpeza e conservação de residências, e soluções que o atendam em casa ou no local de trabalho. Desejoso de pertencer a grupos, ele irá em busca de sua turma, o que favorecerá negócios de nicho.

Além disso, as grandes produtoras de bens de consumo irão criar redes próprias de comércio para se aproximarem dos consumidores e terem maior controle sobre os preços. E a logística receberá ainda mais atenção, sobretudo no ponto de venda, como forma de combater o aumento do trânsito nas cidades e nas estradas do país.

conteúdo em primeira mão

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos e com prioridade