Quais os principais fatores que tornam uma rede de franquias atrativa para os empreendedores?

rede-de-franquias-atrativa

Como tornar a minha rede de franquias atrativa para empreendedores? Essa é a pergunta que vários empresários franqueadores se fazem.

Já tive a oportunidade de falar anteriormente, em outros artigos, sobre como é difícil a vida de um micro e pequeno empresário no Brasil.

Legislação confusa, carga tributária nas alturas, leis trabalhistas obsoletas, enorme insegurança jurídica e taxas de juros estratosféricas são alguns dos ingredientes indigestos no dia a dia de qualquer um que queira se aventurar na vida empresarial brasileira.

Os números do SEBRAE apontam que existem no Brasil mais de 8,9 milhões de micro e pequenas empresas, as quais são responsáveis por 27% do PIB nacional, que detém 52% dos empregados com carteira assinada e representam 40% dos salários pagos.

Isso demonstra que o empreendedor brasileiro tem considerável tolerância ao risco e uma enorme capacidade de enfrentar adversidades.

O que tem impulsionado, de certa maneira, o surgimento e o desenvolvimento das micro e pequenas empresas no Brasil é o sistema de franchising. Suas características têm fortalecido e contribuído para que novos empreendedores achem as redes de franquias atrativas.

Note que, através do seu modelo de expansão controlado, que tem de um lado o franqueador (que é aquele que detém a marca e o modelo de negócios e que empresta sua marca e transfere seu modelo de gestão) e do outro lado um franqueado (que é aquele que investe e opera uma ou várias unidades da franquia) o franchising tem demonstrado que é uma estratégia de expansão de negócios de muito sucesso, não somente no Brasil, mas em todo o mundo.

De alguma forma empreender através de uma franquia reduz consideravelmente o risco de insucesso no negócio. E é fácil de entender o motivo. Pois, ao adquirir uma franquia o franqueado estará adquirindo todo o know-how do franqueador. Ou seja, não precisará passar por todos os erros novamente.

É como pular várias etapas e já nascer maduro para enfrentar o mercado. É como encurtar a sua curva de aprendizado, pois já teve alguém que fez isso por você.

Entrar num mercado com uma marca já estabelecida, com mix de produtos, público alvo, promoção de marketing e preços já definidos são diferenciais competitivos que tornam uma rede de franquias atrativa.

Fora outras vantagens como: ter acesso a fornecedores exclusivos e a preços mais atraentes por fazer parte de uma rede.

O franchising também é muito importante na estratégia de expansão do ponto de vista do seu franqueador. A possibilidade de expandir rapidamente com capital de terceiros, ter acesso a mercados que de outra maneira não poderiam ser atendidos, poder manter sua estrutura jurídica pequena, o que é uma vantagem, do ponto de vista tributário, extremamente relevante no Brasil, tem estimulado o surgimento de novas redes a cada ano.

Mesmo em tempos de crise, como o que vivemos hoje, o franchising vem demonstrando sua força e crescendo muito acima dos demais setores da economia.

Dessa maneira, o franchising vem ganhando adeptos e fazendo a diferença diante do mercado brasileiro e ajudando as micro e pequenas empresas a assumirem, a cada vez mais, um papel de destaque na nossa economia.

 

Fique Atualizado!

Insira abaixo o seu e-mail e receba, gratuitamente, as atualizações do blog!