Aprenda a montar um planejamento para investir em franquias com segurança

Redator MDS FranchisingPor Redator MDS Franchising   |Comprar Franquia
Equipe Editorial MaisFranquia.com

Publicado em 20 de julho de 2015  |  Atualizado em 14 de agosto de 2018

planejamento-para-investir-em-franquiasPara quem quer abrir o próprio negócio, investir em franquia é uma opção mais segura e rentável. Mas, como todo tipo de negócio, também envolve riscos e não há garantias de 100% de lucro.

Apesar do crescimento do faturamento ter sido de 21% no ano passado e o volume arrecadado ter alcançado 127 bilhões de reais, para entrar neste mercado promissor e ser bem sucedido, você precisa se dedicar e montar um bom planejamento para minimizar os riscos.

Antes de começar a escolher a melhor opção, é importante saber que mesmo com o aumento total de 9,8% no número de franquias, ainda assim, 3,7% delas fecharam as portas.

Este número ainda é muito inferior ao dos negócios independentes, que possuem média de 24,9% de insucesso. Porém, mesmo assim, diante desta estatística real, a melhor forma para fugir do fracasso é investindo em planejamento.

Como cuidar do planejamento da franquia antes de abrir as portas?

Você já deve ter ouvido falar que as franquias possuem um plano de negócios estruturado, entregam históricos do desempenho da empresa e oferecem treinamento e capacitação para os novos franqueados. Pode acreditar, isto não é mentira.

Mas, para que você se torne um franqueado bem sucedido, saiba que antes de investir em franquias com segurança, você precisa começar com um planejamento pessoal e profissional.

Planejamento pessoal antes de investir em franquias

Na maioria dos casos, o investimento aplicado em uma franquia é o resultado de um capital guardado por muito tempo ao longo de toda vida ou boa parte dela. Algumas pessoas empreendem neste tipo de negócio por sonho e outras por oportunidade.

Seja qual for a origem e a motivação do seu grande sonho da independência profissional, um passo indispensável, antes de qualquer decisão final, é avaliar o próprio perfil pessoal e profissional.

Sobre o aspecto pessoal, faça para si perguntas básicas como:

  • Tenho algum projeto pessoal que possa precisar de grande parte do meu tempo a curto e médio prazo?
  • Possuo perfil empreendedor para assumir posições de liderança?
  • Minhas habilidades pessoais podem me ajudar a gerir minha equipe e responsabilidades?
  • Quais minhas características pessoais preciso aprimorar para me preparar para este desafio?

Embora estes questionamentos iniciais sejam genéricos, responder a eles norteará seus próximos passos e garantirá uma segurança fundamental para prosseguir.

Planejamento profissional antes de investir em franquias

Cumprido o passo anterior e continuando certo de que este sonho é para você, agora é hora de dar um passo ainda mais profundo e real antes da decisão definitiva de investir em franquias. Comece se questionando mais uma vez, mas, neste momento, sobre os aspectos do seu perfil profissional. Se questione sobre pontos básicos como:

  • Quanto tempo possuo para me dedicar a este novo projeto?
  • Estou disposto a me dedicar muito no início e receber pouco retorno a curto e médio prazo?
  • Me identifico com o modelo do negócio e da franquia que estou buscando?
  • Quanto pretendo retirar de pró-labore?
  • Estou disponível para abrir minha franquia e gerenciá-la ou pretendo terceirizar a gestão?

Não deixe de calcular o total que possui disponível, reservar uma parte como garantia para cobertura de possíveis despesas extras da sua franquia nos meses iniciais e também deixe um saldo para suas despesas pessoais.

Dicas para investir na sua franquia com segurança

Com o perfil pessoal e profissional alinhados, certo de que é hora de abrir seu próprio negócio e disposto a assumir toda a responsabilidade pela sua franquia, é o momento de pôr a mão na massa e dar os últimos passos para concretizar o grande sonho. Agora será o momento de planejar e estruturar seu negócio. Para isto, será preciso:

Análise sólida do mercado

Estude bem o mercado no qual sua franquia preferida se encontra. Comece estudando bem o plano de negócios e o documento entregue pelo franqueador, mas não pare por aí. Vá a campo, visite sua concorrência, converse com clientes e “sinta” o clima do mercado antes de assinar o contrato.

Análise de viabilidade financeira

Comece fazendo simulações financeiras, além das entregues pelo franqueador. Cheque os custos que terá após iniciadas as operações, verificando, por exemplo, custos de aluguel, taxas de contrato, fluxo de caixa médio, entre outras questões.

Aproveite para negociar cláusulas e consulte um contador para avaliar os compromissos financeiros e prever possíveis cenários nos primeiros meses.

Análise jurídica da franquia

Uma das últimas etapas antes de lançar sua franquia no mercado depende da análise de termos como a COF (Circular de oferta da franquia) e de contratos como o de compra da franquia e de aluguel de imóvel, no caso de franquias físicas.

Neste momento, não dispense a ajuda de um suporte jurídico. É importante que um advogado analise as cláusulas para esclarecer dúvidas para não deixar que pontos importantes fiquem obscuros, avaliar os termos do contrato e investigar possíveis problemas legais enfrentados pelas empresas franqueadoras.

conteúdo em primeira mão

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos e com prioridade