Como capacitar franqueados e equipe para atender aos anseios do novo consumidor

Silvio CostaPor Silvio Costa   |Vender Franquia
Consultor de Franquias

Publicado em 22 de julho de 2014  |  Atualizado em 2 de março de 2018

capacitar-franqueadosAo perguntar para inúmeros candidatos a franquia qual a principal razão em querer comprar uma franquia as respostas são sempre as mesmas:  “Quero ter a possibilidade de acesso aos conhecimentos adquiridos ao longo de anos de experiência dessa rede, assim certamente errarei menos e terei maiores chances de ser bem sucedido”. Ou seja, ele quer ter acesso ao know-how do franqueador.

Como podemos verificar esse novo franqueado não sabe como funciona o dia- a-dia da rede de franquias e deverá se capacitar ter acesso ao máximo de informações para ser bem sucedido no seu negócio.

Sendo assim, é papel do empresário franqueador replicar todo esse conhecimento ao seu franqueado e sua respectiva equipe de colaboradores. Deverá disponibilizar vasto treinamento ao franqueado para capacitá-lo a operar sua unidade de negócios.

Especialistas afirmam que se pode dividir o treinamento para franquias em três etapas, que são: Treinamento Inicial, Treinamento de Manutenção e Treinamento Específico. Onde:

Treinamento Inicial: Prepara esse novo franqueado e sua equipe para iniciar a operação do negócio;

Treinamento de Manutenção: Ajuda na manutenção do padrão da rede;

Treinamento Específico: Auxilia em alguma ação pontual sobre um novo produto ou serviço.

Porém, tão importante quanto saber “Como treinar” é saber “Pra Quem Treinamos”.

Pois, não podemos pensar em atender os clientes de hoje e suas demandas da mesma maneira que fazíamos no passado. O antigo consumidor convivia com uma escassez de ofertas de produtos, marcas e lojas e um mínimo de informações sobre empresas e produtos disponíveis.

Hoje o cenário é completamente diferente. O consumidor tem várias opções de produtos de diversas marcas diferentes e muita informação ao seu dispor. Esse cliente chega no ponto de vendas muito mais “preparado” que muitos vendedores. Isso tem mudado a forma das empresas interagirem com esse cliente no ponto de venda. Passou de uma estratégia de diferenciação para uma estratégia de sobrevivência.

Hoje vivemos os efeitos da cauda longa e do novo consumidor “empoderado”.

O franqueador sabe que para sobreviver precisará capacitar constantemente o seu franqueado e, hoje, graças ao crescente uso da tecnologia, tem ao seu alcance diferentes plataformas de capacitação à distância que possibilitam oferecer, mais facilmente, conteúdos e estratégias pedagógicas para transmitir esses conhecimentos.

Para capacitar franqueados procure ajuda de especialistas que desenvolverão conteúdo relevante e atraente. Transmitidos de maneira eficiente para que sejam facilmente aprendidos.

O foco é capacitar e não somente treinar. O novo consumidor requer pessoas preparadas para atendê-los.

E como podemos notar seu franqueado conta com esse know-how para ser bem sucedido e, portanto, cabe a você, franqueador, estar preparado para não frustrar essas expectativas.

conteúdo em primeira mão

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos e com prioridade